segunda-feira, 12 de março de 2012

ZONA RURAL É ASSISTIDA POR PATRULHA MECANIZADA


A Secretaria de Produção e Desenvolvimento Rural de Belo Jardim continua a desenvolver o trabalho de melhorias nas estradas da zona rural. Para se ter uma ideia, dezenas delas já foram revitalizadas por meio da patrulha mecanizada a serviço da Prefeitura Municipal, como por exemplo: Muquém, Araçá, Santa Rosa, Porfírio, Bananeiras, Miguel Dias, Tabocas, Sítio Balança. Campos de Farias, Riacho Escuro, Água Fria, Santa Luzia, Sítio Ingá, Nossa Senhora das Cabeças, Batinga, Barro Branco, Assentamento Ouro II, Boa Vista, Itacaeté I, Itacaeté II, Lagoa da Porta, Bola I, Bola II, Lagoa da Chave, Capoeira de Dentro, Barra do Liberal, Estrada Velha de São Bento, Taboquinha, Xucuru, Vila Nova, Salobro, Tanques, Guaribas, Ponta Fina, Jati e Serra Verde.
Além disso, mais de 80 barreiros já passaram por limpeza. Esses reservatórios estão localizados em Vila Nova, Serra do Vento, Tabocas, Batinga, Água Fria e Xucuru. Além disso, a Secretária provê uma demanda de 400 pontos de distribuição mensal de água potável, entre eles o hospital, matadouro, faculdade, entre outros, e 250 famílias que residem em lugares carentes de abastecimento espontâneo.
Esta semana, o Secretário Juracy Vasconcelos coordena as ações nas estradas de Tabocas/Espalhadeira/Campo de Farias e Taboquinha. Na próxima, serão contemplados o Muquém/Bitury/Várzea Grande/Palmeiras e Juçará.
De acordo com o Prefeito Marcos Coca Cola, as estradas são fundamentais para o bem-estar dos moradores da zona rural, tanto para o acesso das pessoas como para o escoamento de mercadorias, por isso são uma das prioridades da gestão municipal.

MESA FARTA BENEFICIA MAIS DE OITO MIL EM BJ


Mais de oito mil pessoas estão sendo beneficiadas com o Mesa Farta da Prefeitura Municipal de Belo Jardim. O programa distribui cestas básicas às famílias mais carentes do município cadastradas na Secretaria de Ação e Desenvolvimento Social.
Ampliada desde outubro, a iniciativa faz parte do Pró-Alimentação, que há três anos vem doando alimentos e produtos de necessidades básicas para aos moradores das Cohabs, Santo Antônio, Lagoa, Pontilhão, Frei Damião entre outros bairros.
Nesta sexta-feira, dia 09, o Prefeito Marcos Coca Cola realizou mais uma etapa do Mesa Farta. Acompanhado de uma comitiva formada por Secretários e Vereadores, ele acompanhou de perto a doação na Cohab III, Santo Antônio, Bela Vista e Cohab I.
Na ocasião, o Prefeito foi recebido pelos usuários do programa de forma calorosa. O Gestor aproveitou o momento para ouvir os pedidos e sugestões dos cidadãos, que também agradeceram pela ação.
Ao todo, duas mil cestas básicas foram distribuídas. De acordo com o Prefeito Marcos Coca Cola, este número está sendo expandido e, no próximo mês, já deve atingir três mil famílias, favorecendo mais de 12 mil pessoas.

PREFEITURA ENTREGA ESCOLA REFORMADA NO SÍTIO PEIXOTO

A Prefeitura Municipal entregou mais uma escola totalmente reformada na zona rural de Belo Jardim. A Escola Maria Fortunato da Silva, no sítio Peixoto, próximo ao distrito de Serra do Vento, é a sétima escola a ser inaugurada em um período de apenas três meses.
A revitalização contemplou sala de aula, cozinha, banheiros e pátio. O prédio recebeu novos móveis, como carteiras escolares, armários, quadro, além de nova pintura, telhado, instalações elétricas e sistema de ventilação.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Maioria dos ministros do STF vota pela aplicação da Lei da Ficha Limpa

Após Ayres Britto, seis dos 11 ministros votaram pela aplicação da lei


Após o voto de Carlos Ayres Britto na tarde desta quinta (16), a maioria (seis) dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) já se manifestou favoravelmente à aplicação dos principais pontos da Lei da Ficha Limpa a partir das eleições municipais de 2012.

Depois de Ayres Britto, o ministro Gilmar Mendes votou contra a aplicação da lei. Com o dele, são dois os votos contrários (ou outro foi de Dias Toffoli). Marco Aurélio Mello, que proferiu o voto depois de Mendes, se disse favorável, mas ressalvou que, no entendimento dele, a ficha limpa só deve ter validade a partir da data de vigência da lei (junho de 2010).
.
Ministro Cezar Peluso preside sessão do STF

O julgamento só será encerrado após os votos do presidente do Supremo, Cezar Peluso, e do ministro Celso de Mello. O resultado só será proclamado no final porque, até o julgamento terminar, os ministros podem modificar o voto.

A Lei da Ficha Limpa prevê a proibição da candidatura de políticos condenados pela Justiça em decisões colegiadas ou que renunciaram a cargo eletivo para evitar processo de cassação.

Quase dois anos depois de entrar em vigor, a lei gerou incertezas sobre o resultado da disputa de 2010 e chegou a ter sua validade derrubada para as eleições daquele ano.

O julgamento começou em novembro do ano passado e foi interrompido três vezes por pedidos de vista (quando ministros pedem a interrupção do julgamento para estudar melhor o processo).

Estão em julgamento três ações, que buscam definir os efeitos da ficha limpa para 2012. As ações foram apresentadas pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), pelo PPS e pela Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL).

Ricardo Lewandowski
A sessão desta quinta foi retomada com o voto do ministro do STF e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski, que defendeu a aplicação integral da ficha limpa.

O ministro lembrou que a lei foi proposta ao Congresso com o apoio de mais de 1,5 milhão de pessoas e afirmou que a ficha limpa privilegia um valor expresso na Constituição que é a moralidade das funções públicas.

“Nos defrontamos com dois valores constitucionais da mesma hierarquia. Ainda que se pudesse dar um valor maior ao princípio da não culpabilidade, este princípio deve ser interpretado a partir do princípio republicano que está plasmado logo no artigo primeiro da Constituição”, afirmou Lewandowski.

Ayres Britto
A maioria se formou com o voto do ministro Ayres Britto, que também defendeu a validade do texto integral da lei.

"O povo cansado, a população saturada, desalentada, se organizou sob a liderança de mais de 60 instituições da sociedade civil, entre elas CNBB e OAB. O povo tomou essa iniciativa. [...] Essa lei é fruto do cansaço, da saturação do povo com os maus tratos infligidos à coisa pública", disse o ministro ao proferir o voto.

Britto justificou a necessidade de uma lei para garantir a moralidade na política ao afimar que a política brasileira tem tradição de "namoro aberto" com a prática de crimes.
‎‎
"A probidade administrativa foi tratata com especial carinho, apreço, valoração pela nossa Carta Magna.[...] A nossa tradição é péssima em matéria de respeito ao erário. Então, a nossa Constituição só merece aplauso por essa norma em defesa da moralidade, que é a probidade administrativa", declarou.

Gilmar Mendes
O ministro Gilmar Mendes considerou inconstitucional o artigo que prevê a inelegibilidade dos políticos condenados por órgãos colegiado e afirmou que a lei não pode ser aplicada a fatos ocorridos antes de sua existência.

"As mazelas do Judiciário não podem ser suplantadas com o sacrifício das garantias constitucionais da celeridade e da presunção de inocência”, disse Mendes.

Marco Aurélio Mello
O ministro Marco Aurélio votou pela validade da Lei da Ficha Limpa. Para ele, a norma possui "preceitos harmônicos com a Constituição Federal que buscam a correção de rumos desta sofrida pátria."

Apesar de defender a aplicação da ficha limpa, Marco Aurélio afirmou que a regra só deve valer para condenações ocorridas depois da vigência da lei, iniciada em junho de 2010.

“A lei é válida e apanha atos e fatos que tenham ocorrido após junho de 2010, não atos e fatos pretéritos. Quando eu disse 'vamos consertar o Brasil' foi de forma prospectiva e não retroativa, sob pena de não termos mais segurança jurídica”, afirmou Mello.

Votos anterioresNa quarta (15), votaram os ministros Dias Toffoli, Rosa Weber e Cármen Lúcia, Antes deles, em sessões anteriores, tinham votado outros dois ministros (Joaquim Barbosa e Luiz Fux, ambos pela aplicação da lei).

Toffoli criticou a lei e afirmou que a ficha limpa fere o princípio da presunção de inocência, ao tornar inelegível uma pessoa condenada que ainda pode recorrer da decisão. “A lei complementar número 135 é reveladora de profunda ausência de compromisso com a boa técnica legislativa. É uma das leis recentemente editadas de pior redação legislativa dos últimos tempos. Leis mal redigidas às vezes corrompem o propósito dos legisladores e o próprio direito”, afirmou.

Mais nova integrante da Corte, Rosa Weber não havia participado das sessões anteriores do julgamento. Ela defendeu a constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa e afirmou que os “homens públicos” devem ser mais cobrados que os cidadãos comuns.

“A Lei da Ficha Limpa foi gestada no ventre moralizante da sociedade brasileira, que está agora exigir dos poderes instituídos um basta. (...) Entendo que a democracia se concretiza num movimento ascendente, operando da base social para as colunas dos poderes instituídos que devem emprestar ressonância às legítimas expectativas da sociedade”, afirmou a ministra.

A ministra Cármen Lúcia foi a última a votar antes de ser interrompida a sessão de quarta e defendeu a constitucionalidade da ficha limpa. Em seu voto, ela falou sobre a importância do passado dos candidatos a cargos públicos.

“Se o ser humano se apresenta inteiro, quando ele se propõe a ser um representante dos cidadãos, a vida pregressa compõe a ‘persona’ que se oferece ao eleitor, e o seu conhecimento há de ser de interesse público. Não dá para apagar. A vida não se passa a limpo a cada dia”, afirmou a ministra. As informações são do G1.

Portal Correio 24 horas.

O povo brasileiro está de parabéns por mais essa conquista. Uma conquita do povo, por iniciativa deste e ratificado pela justiça suprema do nosso país. Ficamos todos emocionados e acima de tudo confiantes de que dias melhores virão.

Maurílio Cavalcanti


segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

SEMANA PRÉ: FOLIA INVADE AS RUAS DE BELO JARDIM

Confira as atrações
A semana pré-carnaval de Belo Jardim vai ser agitada com o desfile de diversas agremiações, organizadas pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura e Paisagismo da Prefeitura Municipal.
Hoje, o primeiro grupo a cair na folia é o Bloco ‘Verde e Branco’. A troça homenageia o Belo Jardim Futebol Clube, o Calango, que subiu para a série A do Pernambucano. Juntam-se aos torcedores, os servidores municipais que serão animados pelo Trio Asas da América.  A concentração acontece na Cohab I, às 19h, e o arrastão segue até a Praça da Estação, no centro.
Na terça-feira, dia 14, é a vez dos ‘Papangus na Folia’. A turma antecipa a Festa de Momo tendo como convidados:  Os Caiporas de Pesqueira, Escola de Samba de Pesqueira, Trenzinho da Alegria Mirim, Maracatu Belos Tambores e a turma do Bloco dos Buchudos. Para agitar essa galera, o Trio Chega Mais e a Banda Excitante, com participação de Carla Padilha, realizam show. O encontro é na Praça do São Pedro, a partir das 19h, com destino à Av. Dep. José Mendonça Bezerra.
No dia 15, quarta-feira, a Secretaria da Mulher preparou um bloco especialmente voltado para o gênero feminino. A partir das 19h, a mulherada se reúne da Praça dos Motoristas embaladas pelo Trio Pixote e Banda Imagem Ponto Com e percorre as principais ruas da cidade. A agremiação conta ainda com show de Cibele do Cavaco, atração promovida pela Fundarpe.
Mas nem só os adultos têm programação especial. No dia 16, quinta-feira, as crianças e adolescentes também participam da ‘Folia Estudantil’, que deve reunir alunos da rede municipal de ensino ao som do Trio Pixote. A saída está marcada da Praça dos Motoristas às 15h.
Já a noite de quinta-feira é de irreverência e animação, com o desfile das Katraias. O bloco arrasta homens vestidos de mulheres, a partir das 20h, da Av. Sebastião Rodrigues da Costa até o centro. As beldades serão acompanhadas pelo Trio Pixote e uma orquestra de frevo.
Para o carnaval também tem programação especial. No dia 17, tem a turma do ‘Xô Galo em Folia’, que sai do Santo Antônio, às 16h. No dia 18, a partir das 11h, acontece a folia na Prainha do Ipojuca com as bandas Vumbora e Kebra Gueto. À noite, às 20h, tem o Bloco da Vaca, com saída do Santo Antônio. Do dia 19, a partir das 11h, na Prainha do Ipojuca tem show de Bonde do Barulho e Demas e Rosário. No dia21, terça-feira, tem Demas e Rosário e Babado e Banda.

Diabetes multiplica por quatro risco de problemas em bebês

Má-formações
Mães que sofrem de diabetes têm risco quatro vezes mais elevado de dar à luz bebês com má-formações.
O estudo, realizado na Universidade de Newcastle (Reino Unido), analisou mais de 400 mil gestações entre 1996 e 2008.
A conclusão é de que a diabetes aumenta as chances de os filhos nascerem com má-formações tais
Entre as má-formações tendo a diabetes da mãe como fator originador estão problemas cardíacos congênitos e mielomeningocele, ou espinha bífida, o fechamento incompleto do canal da coluna vertebral.
Excesso de açúcar na gravidez
Tanto a diabetes tipo 1, que tende a aparecer na infância, e o diabetes tipo 2, majoritariamente em decorrência da alimentação, levam a problemas de controle do nível de açúcar no sangue.
Excessos de açúcar no sangue da mãe podem ter como consequências o aborto, o excesso de peso do bebê ao nascer ou os problemas congênitos.
A recomendação é que as mulheres controlem o nível de açúcar no sangue antes de tentar engravidar.
Precisamos ter atenção redobrada com o diabetes tipo 2, principalmente porque esta ligado a má alimentação. Exagerar no açúcar e no sal trazem sérios problemas à saúde, tanto a curto quanto a longo prazo.  

DIABÉTICOS RECEBEM GLICOSÍMETROS EM BELO JARDIM

A Prefeitura Municipal de Belo Jardim, por meio da Secretaria de Saúde, está distribuindo glicosímetros para pessoas com diabetes. O dispositivo mede a taxa de glicemia no sangue, através de um teste rápido feito com uma gota de sangue do paciente, coletada da ponta de seu dedo. Cerca de 300 pacientes estão sendo beneficiados pela iniciativa.
De acordo com a coordenadora de Atenção Básica, Alexandra Aguiar, somente pacientes encaminhados pelos médicos recebem os equipamentos. Na maioria dos casos, eles apresentam dependência da insulina, substância que diminui o nível de açúcar no sangue.
Os doentes recebem o glicosímetro nos postos de saúde de Belo Jardim e no local são orientados pelos enfermeiros sobre o seu manuseio. A ação já distribuiu aparelhos em Serra do Vento, Santo Antônio e Cohab I. Nos próximos dias 28 e 29 de fevereiro, a distribuição acontece nos Postos do Santo Antônio 3 e 1, respectivamente.
Para não interromper o tratamento, a secretaria de saúde acompanha a manutenção mensal com a reposição gratuita das fitas e das lanfetas, acessórios indispensáveis para o funcionamento do aparelho.
Serviço:
Distribuição gratuita de glicosímetros
Somente paciente com prescrição médica e que apresentam dependência de insulina.

Contatos:
Acesse: www.belojardim.pe.gov.br
Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Belo Jardim